Felipe Rau / Estadão
Felipe Rau / Estadão

Em São Paulo, PDT anuncia apoio à candidatura de Márcio França

Aliança marca uma reaproximação entre o PSB e o partido de Ciro Gomes, que em agosto quase fecharam uma chapa única para a disputa pelo Palácio dos Bandeirantes

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2018 | 15h12

O PDT fechou o apoio à reeleição de Márcio França (PSB) ao governo paulista nas eleições 2018 - seu rival nas urnas no próximo dia 28 será João Doria, do PSDB. A sigla, que teve como candidato ao Palácio do Planalto Ciro Gomes e que no Estado teve o ex-prefeito de Suzano Marcelo Candido na disputa do primeiro turno, formaliza a aliança na tarde desta segunda-feira, 15, com a presença do presidente nacional da sigla, Carlos Lupi.

O apoio marca uma reaproximação entre os dois partidos, que quase fecharam uma chapa em agosto. "Éramos para estar juntos no primeiro turno", relembrou Lupi ao Estadão/Broadcast.

À época, a coligação foi inviabilizada pela posição nacional do PSB de neutralidade, em detrimento à composição com o PDT na corrida do Planalto. Por um palanque a Ciro Gomes no Estado, a candidatura de Candido foi costurada de última hora. O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, porém, a indeferiu em 19 de setembro.

Com o PDT, França conquista mais um apoio na disputa ao Palácio dos Bandeirantes. Na semana passada, Paulo Skaf (MDB) e Major Costa e Silva (DC) já haviam acertado a composição com ele. João Doria (PSDB), por sua vez, tem o apoio de Rodrigo Tavares (PRTB).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.