Ricardo Moraes/ Reuters
Ricardo Moraes/ Reuters

Em São Bernardo, Haddad circula pelo reduto eleitoral de Lula

Candidato à Presidência pelo PT nas eleições 2018, Fernando Haddad chegou às 8 horas em ponto para um café da manhã com aliados no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2018 | 08h34

Candidato à Presidência pelo PT nas eleições 2018, Fernando Haddad chegou às 8 horas em ponto para um café da manhã com aliados no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, neste domingo, 7.

O primeiro evento da agenda do candidato, no dia do primeiro turno da eleição, é um gesto a simpatizantes do ex-presidente Luiz Inácio da Silva (preso em Curitiba no âmbito da operação Lava Jato), no reduto eleitoral do padrinho político. Não há movimento de militantes no entorno da sede do sindicato.

Haddad chegou acompanhado da esposa, Ana Estela, de assessores e de candidatos do PT em São Paulo. Usando calça jeans, sapato marrom, uma camisa rosa xadrez e uma jaqueta, Haddad deve seguir na sequência para votar em uma escola em Moema, na capital paulista.

Pesquisa

Levantamento Ibope/Estado/TV Globo divulgado na noite de sábado, 6, apontou que Haddad tem 25% dos votos válidos, três pontos a menos do que na pesquisa anterior, divulgada no dia 3, e ocupa o segundo lugar na preferência do eleitorado. O primeiro colocado é Jair Bolsonaro, do PSL, que possui 41% de intenções dos válidos

Em um segundo turno, se ele ocorresse neste momento, o placar seria de 52% a 48% para Bolsonaro na disputa contra Haddad, nos votos válidos. Como a margem de erro é de dois pontos porcentuais, há empate técnico no limite da margem de erro. Isso significa que há uma pequena chance de eles estarem empatados, mas a maior probabilidade é que o candidato do PSL esteja na frente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.