Em Salto de Pirapora, prefeito é condenado

A Justiça condenou o prefeito de Salto de Pirapora, Joel David Haddad (PDT), à perda do cargo e pagamento de multa pelo crime de nepotismo. Ele nomeou as duas filhas para cargos do primeiro escalão da prefeitura, que são de livre provimento - os ocupantes são nomeados sem concurso. O Ministério Público alegou que o prefeito feriu os princípios da impessoalidade e moralidade da administração pública. A juíza Tamar Oliva de Souza Totaro acatou a tese e o condenou ainda à suspensão dos direitos políticos por 4 anos. / JOSÉ MARIA TOMAZELA

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.