Em sabatina, Marina critica recriação de imposto similar à CPMF

Princípios da nossa reforma tributária são a simplificação, descentralização e combate à injustiça tributária, diz a candidata da Rede

Cristian Favaro - O Estado de S.Paulo

A candidata da Rede à Presidência nas eleições 2018, Marina Silva, se posicionou de forma contrária à implementação da CPMF (imposto sobre movimentações financeiras). O tema voltou à tona após o principal assessor econômico do líder nas pesquisas Jair Bolsonaro (PSL), Paulo Guedes, ter defendido a criação de um novo imposto sobre as transações financeiras nos moldes da antiga CPMF. "Eu sou contra recriar CPMF e nós temos uma proposta de reforma tributária", disse, nesta quarta-feira, 19, a jornalistas depois de participar de sabatina no Fórum Páginas Amarelas, da revista Veja.

Continua após a publicidade

"Bebemos na fonte da proposta que foi apresentada pelo Centro de Cidadania Fiscal. Os princípios da nossa reforma tributária são a simplificação, descentralização, combate à injustiça tributária - porque os que são mais pobres acabam pagando mais - e o princípio da impessoalidade", afirmou a candidata da Rede.

A presidenciável Marina Silva, da Rede Sustentabilidade  Foto: Sebastiao Moreira/EFE

Ainda de acordo com Marina, esses princípios vão ajudar a criar uma reforma tributária que favoreça os municípios para que eles "não fiquem com o pires na mão, sobrevivendo de mesadas do governo federal". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Em sabatina, Marina critica recriação de imposto similar à CPMF

Princípios da nossa reforma tributária são a simplificação, descentralização e combate à injustiça tributária, diz a candidata da Rede

Cristian Favaro - O Estado de S.Paulo

A candidata da Rede à Presidência nas eleições 2018, Marina Silva, se posicionou de forma contrária à implementação da CPMF (imposto sobre movimentações financeiras). O tema voltou à tona após o principal assessor econômico do líder nas pesquisas Jair Bolsonaro (PSL), Paulo Guedes, ter defendido a criação de um novo imposto sobre as transações financeiras nos moldes da antiga CPMF. "Eu sou contra recriar CPMF e nós temos uma proposta de reforma tributária", disse, nesta quarta-feira, 19, a jornalistas depois de participar de sabatina no Fórum Páginas Amarelas, da revista Veja.

Continua após a publicidade

"Bebemos na fonte da proposta que foi apresentada pelo Centro de Cidadania Fiscal. Os princípios da nossa reforma tributária são a simplificação, descentralização, combate à injustiça tributária - porque os que são mais pobres acabam pagando mais - e o princípio da impessoalidade", afirmou a candidata da Rede.

A presidenciável Marina Silva, da Rede Sustentabilidade  Foto: Sebastiao Moreira/EFE

Ainda de acordo com Marina, esses princípios vão ajudar a criar uma reforma tributária que favoreça os municípios para que eles "não fiquem com o pires na mão, sobrevivendo de mesadas do governo federal". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.