Divulgação / Novo
Divulgação / Novo

Em Rio Preto, ataques ao prefeito marcam o último debate antes da eleição

Candidatos acusaram a gestão atual de cometer irregularidades em contratos; irritado, Edinho Araújo (MDB), que concorre à reeleição, negou as acusações

Daniele Jammal / Especial para o Estadão, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2020 | 00h12

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – O último debate antes da eleição entre os candidatos a prefeito de São José do Rio Preto foi marcado por ataques ao atual ocupante do cargo, Edinho Araújo (MDB), que concorre à reeleição. Em cerca de duas horas de evento, ele foi o alvo preferencial de todos os demais concorrentes, que acusaram haver irregularidades em contratos da prefeitura. 

Visivelmente irritado e contrariado, o prefeito negou as acusações  e chegou a pedir direito de resposta, que foi negado. Em alguns momentos, o clima ficou tenso no buffet onde o evento promovido pelo jornal Diário da Região foi realizado. Pesquisas informais colocam o prefeito a frente de seus concorrentes na disputa eleitoral.

Em meio a esse cenário, houve pouco espaço para propostas para a cidade. Além de Edinho, participaram do debate, que foi transmitido por redes sociais, Carlos Alexandre (PCdoB), Carlos Arnaldo (PDT), Celi Regina (PT), Coronel Helena (Republicabnos),  Filipe Marchesoni (Novo), Marco Casale, Marcos Rillo (PSOL), Paulo Bassan (PRTB) e Rogério Vinícius (DC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.