DIvulgação
DIvulgação

Em Pernambuco, Câmara chega a 35% e mantém a liderança para o governo do Estado

Para o Senado, Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB) disputam a liderança, com 32% e 31% das intenções de votos nas eleições 2018

Kleber Nunes, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2018 | 20h53

RECIFE – O governador de Pernambuco e candidato à reeleição nas eleições 2018, Paulo Câmara (PSB), segue na liderança da disputa pelo Palácio do Campo das Princesas, com 35% das intenções de votos, de acordo com pesquisa Ibope/Jornal do Commercio/TV Globo divulgada na noite desta quinta-feira, 27 – uma oscilação positiva de dois pontos porcentuais na comparação com o levantamento de 17 de setembro. O principal concorrente, Armando Monteiro (PTB) também oscilou para cima, de 25% para 27% da preferência do eleitor pernambucano.

Foram entrevistadas 1.512 pessoas em 66 municípios do Estado, entre os dias 24 e 26 de setembro. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. Na simulação de segundo turno com os candidatos que polarizam a disputa, Câmara oscilou de 41% para 43% e Monteiro perdeu três pontos percentuais e agora marca 34%. A equipe de campanha de Câmara não comenta pesquisas eleitorais. A assessoria de Monteiro não se manifestou sobre os números.

Com a candidatura sob ameaça de cancelamento pela Justiça Eleitoral a pedido da Executiva Nacional da Rede, Julio Lossio estacionou com 3%. Em seguida, também estagnado, está Maurício Rands (PROS) com 2%. Dani Portela (PSOL), Ana Patrícia Alves (PCO) e Simone Fontana (PSTU), tem 1% das intenções de votos.

O índice de votos brancos e nulos era 25% na semana passada e agora são 23%. Os que não souberam ou não responderam caiu de 10% para 7%.

Rejeição

O governador Paulo Câmara continua sendo o candidato com maior índice de rejeição entre os postulantes ao Palácio do Campo das Princesas. De acordo com o Ibope, o pessebista tem 32% de rejeição, ou seja, oscilou dois pontos percentuais em relação à pesquisa passada. Monteiro foi de 25% para 29%.

Com exceção de Simone Fontana que se manteve estável com 22%, os demais concorrentes também registraram aumento na taxa de rejeição em comparação com o levantamento anterior. O índice de eleitores que não votariam em Lossio oscilou de 23% para 25%, Ana Patrícia Alves foi de 20% para 22%, Dani Portela oscilou de 21% também para 22%.

A rejeição de Maurício Rands saiu de 18% para 21%. Do total de entrevistados, 4% disseram que poderiam votar em todos os candidatos e 15% não sabem ou não responderam.

Senado

O candidato à reeleição nas eleições 2018, Humberto Costa (PT), oscilou positivamente um ponto percentual em comparação com o Ibope passado e ultrapassou em números absolutos os adversários, pela primeira vez. O petista agora lidera as intenções de votos para o Senado com 32% da preferência dos pernambucanos. 

Jarbas Vasconcelos (MDB) que vinha liderando a pesquisa desde o início e tinha 34% das intenções de votos no último levantamento agora aparece com 31%. Humberto e Jarbas estão empatados tecnicamente. Os deputados federais Mendonça Filho (DEM) e Silvio Costa (Avante) oscilaram dentro da margem de erro. Mendonça foi de 23% para 22% e Costa de 10% para 12%.

O deputado federal e ex-ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB) oscilou um ponto percentual e registrou 9%. Pastor Jairinho (Rede) oscilou de para 4% para 5%, e sua aliada Adriana Rocha (Rede) de 2% para 3%. Eugênia Lima (PSOL), Hélio Cabral (PSTU) e Albanise Pires (PSOL) oscilaram de 1% para 2%. Lídia Brunes (PROS) permanece com 1% e Alex Rola (PCO) que não tinha pontuado agora tem 1%.

A taxa de votos brancos e nulos para a primeira vaga ao Senado oscilou para baixo dentro da margem de erro de 22% para 20%. Para a segunda vaga, o índice de eleitores que votarão branco ou anularão o voto caiu cinco pontos percentuais e agora são 29% – 30% não sabem ou não responderam.

Esta é a quarta rodada da pesquisa Ibope/Jornal do Commercio/TV Globo. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) com o protocolo 07101/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 06913/2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.