Em PE, candidato que usa apoio de Campos sobe 18 pontos porcentuais

Pesquisa divulgada pelo Ibope mostra Armando Monteiro Neto (PTB) com 38% e Paulo Câmara (PSB) com 29% das intenções de voto

Angela Lacerda, O Estado de S. Paulo

26 de agosto de 2014 | 19h28

Segunda rodada da pesquisa Ibope para o governo de Pernambuco, divulgada nesta terça-feira, 26, pela TV Globo, mantém Armando Monteiro Neto (PTB) à frente na intenção de voto do eleitorado, com 38%, contra 29% do candidato indicado pelo ex-governador e ex-candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo no dia 13.

A diferença, no entanto, caiu em relação à rodada anterior, de 30 de julho, quando eles tinham respectivamente 43% e 11%. A redução da diferença - de 32 pontos porcentuais para 9 - foi registrada depois do início da campanha na televisão e no rádio em que a imagem e a fala de Campos têm sido intensamente usadas, apontando Câmara como um novo líder, preparado para dar continuidade ao desenvolvimento experimentado no Estado. Apoiado pelo PT, Armando Monteiro Neto tem como padrinho o ex-presidente Lula, que diz ser ele o melhor preparado.

Os candidatos Zé Gomes (PSOL), Pantaleão (PCO), Jair Pedro (PSTU) e Miguel Anacleto (PCB) apareceram com 1% cada um. Os brancos e nulos que somavam 19% agora são 13% e os indecisos caíram de 22% 16%.

Senado. Para o Senado, o deputado federal João Paulo (PT) se mantém na dianteira com 35% das intenções de voto (na anterior eram 37%). O segundo colocado, o ex-ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho (PSB) tem agora 22% contra 16% na primeira rodada.

A pesquisa, encomendada pela Rede Globo, ouviu 1.512 eleitores entre os dias 23 e 25 de agosto, com margem de erro de 3% para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%. Está registrada no TRE-PE sob o número 0019/2014 e no TSE sob o número BR00424/2014.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.