Em Minas, Pimentel cresce e abre 20 pontos de diferença para Pimenta

Em Minas, Pimentel cresce e abre 20 pontos de diferença para Pimenta

Petista passou de 37% para 43% das intenções de voto e tucano manteve os 23%, mostra Ibope

Suzana Inhesta, O Estado de S. Paulo

16 de setembro de 2014 | 19h34

Belo Horizonte - Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira, 16, pela TV Globo, apontou que o candidato ao governo de Minas Gerais pelo PT, Fernando Pimentel (PT), continua liderando a disputa. O petista teve 43% das intenções de voto, seguido pelo candidato Pimenta da Veiga (PSDB), com 23%, e Tarcísio Delgado (PSB), com 3%.

O levantamento mostrou que a distância entre os candidatos do PT e do PSDB aumentou para 20 pontos. Na última pesquisa, divulgada em 26 de agosto, Pimentel tinha 37% das intenções de voto e Pimenta, 23%, 14 pontos de diferença. Tarcísio aparecia com 3%. 


Fidélis Alcantara (PSOL) teve 2% das intenções de voto. Os candidatos Eduardo Ferreira (PSDC) e professor Túlio Lopes (PCB) aparecem com 1% cada. Cleide Donária (PCO) não atingiu 1%. Os votos em branco e nulo somam 10% e 17% não souberam informar ou não responderam. Na pesquisa anterior, os votos brancos e nulos eram de 11% e 22% não souberam dizer em quem votariam ou não quiseram informar. 

O Ibope ouviu 2.002 eleitores entre os dias 13 e 15 de setembro. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o número 00092/2014. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. 

Com 15%, Pimenta da Veiga segue com a maior rejeição entre os eleitores. Fidélis tem 14%; Fernando Pimentel, 13%; professor Túlio Lopes, 11%; Tarcísio Delgado, 10%; Cleide Donária, 10%; e Eduardo Ferreira com 10%. Votariam em qualquer um dos candidatos, 30%, e ainda não sabem, 30%. No levantamento anterior, a taxa de rejeição do tucano era de 14%, do petista, 11%, Fidélis, 9%, Delgado, 8%, Cleide e Lopes, com 7% cada e Ferreira, com 6%. 

Senado. A pesquisa Ibope também divulgou as intenções de voto para o Senado no Estado. Antonio Anastasia (PSDB) oscilou de 45% para 46%; Josué Alencar (PMDB), subiu de 10% para 16%. Margarida Vieira (PSB) e Tarcísio (PSDC) somaram 2% cada. Geraldo Batata (PSTU), Graça (PCO) e Pablo Lima (PCB) tiveram 1% cada. Brancos e nulos somaram 11% e não sabem ou não opinaram, 20%. 

O levantamento ainda informou a avaliação dos mineiros com relação ao governo atual de Alberto Pinto Coelho (PP). Os que acharam que a gestão atual é boa ou ótima somaram 33%; regular, 29%; ruim ou péssimo, 17% e 22% são souberam responder.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.