André Dusek/Estadão/Divulgação
André Dusek/Estadão/Divulgação

Em Minas, Anastasia oscila para 33%, Pimentel mantém 22% e Zema segue com 7% das intenções de voto

Distrito Federal, Amapá, Pará e Roraima também divulgaram pesquisas para o governo do Estado nas eleições 2018

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2018 | 21h46

O senador Antonio Anastasia (PSDB) segue na liderança das intenções de voto ao governo de Minas Gerais nas eleições 2018, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 17. O tucano oscilou de 31% na semana passada para 33% agora.

O atual governador, Fernando Pimentel (PT), vem na sequência com 22%, mesmo índice do levantamento anterior. Romeu Zema (Novo) também manteve os 7% da pesquisa da semana passada.

Adalclever Lopes (MDB) oscilou de 1% para 3%. João Batista Mares Guia (Rede) manteve os 2%. Alexandre Flach Domingues (PCO), Claudiney Dulim (Avante), Dirlene Marques (PSOL) e Jordano Metalúrgico (PSTU) mantiveram os mesmos 1% cada da pesquisa passada.

Votos em branco e nulos oscilaram de 19% para 18%, enquanto os que não souberam ou não opinaram foram de 13% para 12%.

Na simulação de segundo turno, Anastasia tem 45% e Pimentel pontua 27%. Votos em Branco e nulos são 19% e não souberam ou não opinaram, 9%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. A margem de erro é de três pontos porcentuais e o nível de confiança de 95%. Foram ouvidos 1.512 eleitores de 89 municípios do Estado entre 14 e 16 de setembro. A pesquisa foi protocolada no TRE com o número MG-09508/2018 e no TSE sob o registro BR-06585/2018

No Distrito Federal, Eliana oscila para 22%, Fraga vai a 14% e Rollemberg passa para 11%

A candidata Eliana Pedrosa (Pros) segue na liderança da corrida ao governo do Distrito Federal nas eleições 2018, segundo pesquisa Ibope. Da semana passada para esta ela oscilou de 23% para 22%.

Quatro candidatos estão empatados em segundo lugar, considerando-se a margem de erro de três pontos porcentuais: Alberto Fraga (DEM) oscilou de 13% para 14%, Rodrigo Rollemberg (PSB) passou de 12% para 11%, Rogério Rosso manteve 10% e Ibaneis (MDB) foi de 7% para 9%.

O General Paulo Chagas (PRP) oscilou de 3% para 5%, Alexandre Guerra (Novo) passou de 2% para 3%, Miragaya (PT) foi de 4% para 3% e Fátima Sousa (PSOL) pontuou 1%, de 2% na semana anterior. Renan Rosa (PCO) manteve 1% e Guillen (PSTU) não pontuou nas duas pesquisas.

Votos em branco e nulos oscilaram de 15% para 13%, enquanto os que não souberam ou não opinaram se mantiveram em 8% nos dois levantamentos.

Nas simulações de segundo turno, Eliana vence Fraga por 39% a 29% e Rollemberg por 45% a 23%. O candidato do DEM ganha do atual governador de 41% a 24%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Foram ouvidos 1.204 eleitores entre 14 e 16 de setembro. O registro no TRE é o DF-07395/2018 e no TSE é o BR-05259/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%.

No Pará, Helder Barbalho sobe para 47% e Márcio Miranda vai para 15%

A intenção de voto no ex-ministro Helder Barbalho (MDB) para o governo do Pará subiu de 43% na semana passada para 47% nesta semana, informou na noite desta segunda-feira o Ibope.

Empatados tecnicamente, considerando-se a margem de erro de três pontos porcentuais, Márcio Miranda (DEM) subiu de 11% para 15% e Paulo Rocha (PT) manteve os 13%. Cléber Rabelo (PSTU) foi de 3% para 2%, mesmo índice e oscilação de Fernando Carneiro (PSOL).

Votos em branco e nulos caíram de 17% para 13%, enquanto os que não souberam ou não opinaram oscilaram de 10% para 8%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Liberal, afiliada da TV Globo no Pará. Foram ouvidos 812 eleitores entre 13 e 16 de setembro. O registro no TRE é o PA-05447/2018 e no TSE é o BR-08454/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. 

Em Roraima, Anchieta sobe para 41% e Denarium atinge 29% das intenções

O ex-governador Anchieta Júnior (PSDB) segue na liderança da disputa ao governo de Roraima nas eleições 2018, segundo pesquisa Ibope. A intenção de voto no tucano passou de 36% na semana passada para 41% nesta.

O empresário Antônio Denarium (PSL) vem em segundo lugar, com crescimento de 20% para 29%. A atual governadora Suely Campos (PP) caiu de 14% para 9%. O senador Telmário Mota (PTB) passou de 7% para 4%. Fábio (PSOL) oscilou de 3% para 2%.

Votos brancos e nulos oscilaram de 11% para 9%, enquanto os que não souberam ou não opinaram caíram de 9% para 5%.

A pesquisa foi encomendada pela Rede Amazônica, afiliada da TV Globo. A margem de erro é de três pontos porcentuais e o nível de confiança de 95%. Foram ouvidos 812 eleitores entre 13 e 16 de setembro. O protocolo da pesquisa no TRE é o RR-03455/2018 e no TSE é o BR-07549/2018.

João Capiberibe chega a 32% das intenções de voto no Amapá

Os candidatos João Capiberibe (PSB) e Waldez Góes (PDT) estão tecnicamente empatados na liderança ao governo do Amapá, de acordo com pesquisa Ibope.

A intenção de voto no senador pessebista passou de 33% na semana passada para 32% nesta, enquanto a do atual governador foi de 26% para 27%. Eles estão tecnicamente empatados, de acordo com a margem de erro de três pontos porcentuais.

O senador Davi Alcolumbre cresceu de 20% para 25%. Cirilo (PSL) oscilou de 4% para 5% e Gianfranco passou de 2% para 1%.

Votos brancos e nulos caíram de 12% para 7%, enquanto os que não souberam ou não opinaram foram de 4% para 3%.

Nas simulações de segundo turno, Waldez perde para Davi (53% a 33%) e para Capiberibe (49% a 37%). Davi e Capiberibe aparecem tecnicamente empatados, com o candidato do DEM com 45% e o pessebista com 43%.

A pesquisa foi encomendada pela Rede Amazônica, afiliada da TV Globo. Foram ouvidos 812 eleitores entre 14 e 16 de setembro. O registro do TRE é o AP-05769/2018 e no TSE é o BR-03187/2018. O nível de confiança utilizado é de 95%. 

Em Rondônia, Expedito Júnior oscila e vai a 30% das intenções de voto

A intenção de voto no candidato do PSDB ao governo de Rondônia nas eleições 2018, Expedito Júnior, oscilou de 30% na semana passada para 32% nesta semana, de acordo com o Ibope.

Estão tecnicamente empatados na segunda colocação, de acordo com a margem de erro de três pontos porcentuais, os candidatos Acir Gurgcz (PDT), que passou de 15% para 14%, e Maurão de Carvalho (MDB), que foi de 10% para 12%.

Coronel Marcos Rocha (PSL) manteve os 4%. Pimenta de Rondônia (PSOL) passou de 4% para 3%. Coronel Charlon (PRTB) seguiu com 3%, Vinícius Miguel (Rede) com 2% e Pedro Nazareno com 1%. Comendador Valclei Queiroz (PMB) passou de 1% para 0%.

Votos brancos e nulos foram de 19% para 16% e não souberam ou não opinaram de 10% para 13%.

Nas simulações de segundo turno, Expedito vence Gurgacz por 53% a 21% e Maurão por 50% a 26%. O candidato do MDB vence o do PDT por 36% a 30%.

A pesquisa foi encomendada pela Rede Amazônica, afiliada da TV Globo. Foram ouvidos 812 eleitores entre 14 e 16 de setembro. O protocolo no TRE é o RO-00295/2018 e no TSE é o BR-05366/2018. O nível de confiança é de 95%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.