TSE
TSE

Em Maceió, JHC defende 'mudança' e Alfredo Gaspar, 'experiência'

Segundo Ibope, candidato do PSB tem 57% dos votos válidos e o do MDB, 43%

Carlos Nealdo, Especial para o Estadão

28 de novembro de 2020 | 13h06

MACEIÓ - Enquanto João Henrique Caldas, o JHC, do PSB, defende a ideia de mudança do que ele considera continuísmo na Prefeitura de Maceió, o candidato Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB) prega um discurso com base em sua experiência como ex-procurador do Ministério Público de Alagoas e ex-secretário de Segurança Pública do Estado.

Mendonça tem o apoio do atual prefeito da capital alagoana, Rui Palmeira (sem partido), e do governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho (MDB). "Já passou da hora de tirar a nossa cidade das mãos do prefeito Rui Palmeira e dos Calheiros. Agora, vamos fazer Maceió andar pra frente, com mais saúde, emprego, educação e mobilidade", afirma JHC.

"Quem não tem propostas inventa mentiras", rebate Alfredo Gaspar, que entre suas principais propostas de campanha defende a criação de um auxílio emergencial municipal para enfrentar a pandemia do novo coronavírus.

Na mais recente pesquisa Ibope, divulgada na sexta-feira, 27, e encomendada pela TV Gazeta, JHC aparece com 57% dos votos válidos e Alfredo Gaspar, com 43%. Nessa conta são excluídos votos brancos e nulos. A margem de erro da pesquisa é de quatro pontos porcentuais, para mais ou menos.

No primeiro turno, o candidato do MDB obteve 110.234 votos - o correspondente a 28,87% dos votos válidos, contra 109.053 de JHC, que ficou em segundo lugar com 28,56% dos votos válidos. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.