Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Em ‘guerra’ com Doria, PSD de Kassab perde prefeitos para o PSDB em São Paulo

‘Mutirão’ de nova adesões ocorre apenas dois dias depois de ex-ministro convidar o prefeito de São José dos Campos para disputar o governo paulista pelo PSD

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2022 | 17h26
Atualizado 10 de fevereiro de 2022 | 17h55

O governador de São Paulo, João Doria, e seu vice, Rodrigo Garcia, anunciam nesta terça-feira, 10, a filiação ao PSDB de 12 prefeitos do PSD, partido criado e presidido pelo ex-prefeito de São Paulo e ex-ministro Gilberto Kassab. O “mutirão” de nova adesões ocorre apenas dois dias depois de Kassab convidar o prefeito de São José dos Campos (SP), o ex-tucano Felício Ramuth, para disputar o governo paulista pelo PSD.

Durante o processo de prévias presidenciais do PSDB, Ramuth rompeu com Doria e apoiou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. O diretório de São José dos Campos foi o único partido em São Paulo que não apoiou Doria na disputa.

Com essa estratégia, os tucanos esperam esvaziar o projeto de Kassab em São Paulo, onde o PSDB vai lançar Garcia na disputa pelo Palácio dos Bandeirantes. “É um movimento natural dos prefeitos embarcar no projeto Doria/Rodrigo. Esse movimento será crescente e intensificado”, disse o presidente do PSDB-SP, Marco Vinholi, que também é secretário de Desenvolvimento Regional de São Paulo.

Os prefeitos que deixam o PSD rumo ao PSDB são de cidades pequenas e médias (veja a lista abaixo). 

A primeira opção de Kassab em São Paulo era lançar o ex-governador Geraldo Alckmin em uma coligação com o PSB do também ex-governador Márcio França. Esse projeto, porém, naufragou após a aproximação de Alckmin com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de quem deve ser candidato a vice. 

Prefeitos que vão trocar o PSD pelo PSDB:

Antonio Alexandre Gemente (Mairinque)

Antonio Simonato (Pauliceia)

Rodrigo Primo Antunes (Barbosa)

Ciro Veneroni (Avanhandava)

Priscila Gambale (Ferraz de Vasconcelos)

Alcides Campos Junior (Laranjal Paulista)

Reginaldo Marcomini (Macedônia)

Lucas Sia (Arhur Nogueira)

Jandira Gutierrez (Teodoro Sampaio)

Davi Batista (Pratania)

Tânia Yoga (Nova Granada)

Roberto Garcia (Jacupiranga)

Além disso, o prefeito de Atibaia, Emil Ono de Atibaia, e de Altinópolis, José Roberto de Altinopolis, se desfiliaram do PSD a pedido de Garcia e Doria. Ambos apoiarão os tucanos, mas vão se filiar a outras legendas devido a conflitos locais com o PSDB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.