Em Fortaleza, Justiça repõe tempo do PSB

Após ser mal interpretada pela geradora da propaganda eleitoral em Fortaleza, a juíza da 117.ª Zona Eleitoral, Maria das Graças Quental, compensou a coligação do candidato a prefeito Roberto Cláudio (PSB), por 10 minutos perdidos em propaganda eleitoral tirada do ar indevidamente na quarta-feira à noite. A TV Cidade interpretou a decisão da juíza para não veicular o programa, quando a proibição era a exibição de menções de suposto apoio da presidente Dilma e do ex-presidente Lula.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.