Em BH, Kalil diz que vai pagar dívida de R$ 100 mil em IPTU

Candidato do PHS à prefeitura da capital mineira anuncia intenção de pagamento de imposto; tema foi abordado por adversários durante campanha no primeiro turno

Leonardo Augusto, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

20 de outubro de 2016 | 07h10

BELO HORIZONTE - O candidato do PHS à prefeitura de Belo Horizonte, o empresário Alexandre Kalil (PHS), afirmou na quarta-feira, 19, que vai pagar, se possível de forma parcelada, a dívida de IPTU que tem com o município. O valor pendente é de aproximadamente R$ 100 mil. Ao longo de todo o primeiro turno na capital mineira, adversários do candidato do PHS na disputa pela prefeitura criticaram o fato de Kalil não ter pago o imposto.

Durante campanha no centro de Belo Horizonte, o candidato não quis revelar os motivos que o levaram a decidir pagar a dívida. "Esse é um assunto que não me preocupa. Vou pagar. Vou parcelar se puder parcelar. Não estou focado nisso agora porque estou em campanha. Na hora que acabar isso nós vamos olhar. Nós temos de olhar é Belo Horizonte agora", disse o empresário.

Um dos candidatos que abordaram a questão da dívida de IPTU em debates de televisão no primeiro turno da disputa foi o deputado federal Luís Tibé (PTdoB), que ficou em oitavo lugar na disputa, com 3,26% dos votos válidos. "Dever não é problema. O que não pode acontecer é a pessoa ter dinheiro e não quitar a dívida", afirmou o parlamentar, durante um debate realizado pela TV Globo no dia 30 de setembro.

Kalil disputa o segundo turno em Belo Horizonte contra o candidato do PSDB, deputado estadual João Leite, que venceu o primeiro turno na capital, com 33,4% dos votos válidos, ante 26,6% de Kalil.

Críticas. O candidato tucano comentou a decisão do adversário de quitar a dívida do IPTU. "É estarrecedor o candidato adversário falar que não assume a prefeitura sem pagar IPTU. Ou seja, a obrigação de pagar um imposto que ele não paga há 16 anos, mesmo tendo carros e motos que valem mais que a dívida, virou agora uma proposta de campanha. Aliás, a única apresentada por ele, um candidato que nem sequer paga o IPTU da cidade que ele quer governar", afirmou Leite. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.