Em Belém, Edmilson (PSOL) está no 2º turno, mas adversário segue indefinido

Segundo pesquisa divulgada pelo IBOPE, o candidato do PSOL lidera com 33% das intenções de voto; Zenaldo (PSDB), Éder Mauro (PSD) e o Professor Maneschy (PMDB) brigam por uma vaga no segundo turno

O Estado de S.Paulo

01 de outubro de 2016 | 20h25

Pesquisa Ibope divulgada neste sábado, 1, com os candidatos à prefeitura de Belém (PA), mostra Edmilson, do PSOL, já garantido no segundo turno, com 33% das intenções de voto válidos. Já a indefinição sobre quem competirá com ele no segundo turno deverá se manter até o fechamento das urnas às 17h deste domingo, 2.  

Na cola de Edmilson estão os candidados Zenaldo (PSDB), com 23% das intenções de votos válidos, Éder Mauro (PSD), com 20%, e o Professor Maneschy (PMDB), com 15%. 

Considerando os votos brancos e nulos dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa indicam um percentual de 31% para Edmilson, 22% para Zenaldo, 19% para Éder Mauro, e 14% para o Professor Maneschy.

No total, foram entrevistados 602 eleitores, e a margem de erro estimada é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi realizada entre os dias 28 e 30 de setembro, e tem nível de confiança de 95%. A pesquisa foi encomendada pela TV Liberal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.