Eliana Calmon descarta candidatura em 2014

A ex-corregedora nacional de Justiça Eliana Calmon disse ontem que descarta sair candidata a cargo eletivo em 2014. A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia sido procurada pelo PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, para uma eventual candidatura na Bahia. A magistrada disse também ter sido convidada pelo PPS.

O Estado de S.Paulo

05 de março de 2013 | 02h04

"Isso é uma especulação. Ele (Eduardo Campos) jogou um balão de ensaio. Não houve convite pessoalmente", afirmou a ministra ontem à noite no Rio, segundo o site do jornal O Globo.

Segundo Eliana, o PPS foi a primeira sigla a procurá-la. "Mas o Eduardo Campos foi mais afoito. Ele disse isso em cima de um palanque. Aí perdi o meu sossego", disse a ministra, referindo-se à declaração do governador que confirmava informação publicada pelo Estado no dia 21 sobre essa sondagem. A ex-corregedora elogiou Campos: "Ele está fazendo um grande governo. Isso é inegável".

Eliana disse que sua prioridade é a magistratura, mas não descartou a migração para a política partidária. "Política só a partir de 2015 porque estou me aposentando em novembro de 2014."

Turismo. Se os planos de levar Eliana Calmon para o PSB baiano estão pelo menos adiados, a relação da sigla com o PSDB paulista segue em velocidade de cruzeiro. Em São Paulo, a sigla de Campos levou ao ar peças de propaganda partidária em rádio e TV, mensagens que destacam sua parceria com o governador Geraldo Alckmin (PSDB). O nome do tucano é citado nas inserções, que apresentam ações desenvolvidas pelo PSB na Secretaria de Turismo paulista.

"Em São Paulo, o PSB foi convidado pelo governador Geraldo Alckmin para criar turismo de inclusão social", diz o locutor.Deputados e dirigentes do partido afirmam nas peças que São Paulo "é mais forte com o PSB".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.