Ernestro Rodrigues/Estadão
Ernestro Rodrigues/Estadão

Eleito no primeiro turno em SP, Doria afirma que 'vai governar para todos'

Candidato do PSDB confirma ascensão e vence pleito com 53% dos votos

Camila Turtelli e Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

02 de outubro de 2016 | 21h02

Momentos antes do fim das apurações das eleições municipais de São Paulo que já aponta sua vitória em primeiro turno, João Doria (PSDB) disse, em entrevista a GloboNews, que irá governar para todos. "Como um gestor correto, decente e honesto", afirmou ele. "Quero muito o apoio das pessoas", completou. Ele afirmou ainda que quer modernizar a cidade, colocá-la "no posto digital". "Não estou aqui fazendo crítica a ninguém, mas vamos reconduzir São Paulo para onde ela merece", afirmou.

Ele disse ainda que fez uma campanha respeitando os outros políticos e que pretende ter uma boa relação com os demais partidos. "Vamos ter uma relação republicana com a Câmara, o Judiciário", disse. O candidato terminou a entrevista dizendo que estava a caminho de comemorar a vitória com os correligionários do partido. Há pouco, o tucano recebeu um telefone do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que ficou em segundo lugar na disputa de hoje.

Haddad diz que ligou para Doria e colocou sua equipe da Prefeitura à disposição para a transição. "Tenho a maior honra de ter governado São Paulo. Tenho certeza que deixamos um legado."

Na reta final da apuração na capital paulista, com 97,53% dos votos apurados, João Doria aparece com 53,37% dos votos válidos e Haddad, com 16,67%. Em terceiro lugar, aparece o candidato do PRB, Celso Russomanno (13,61%). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.