Romildo de Jesus|Futura Press
Romildo de Jesus|Futura Press

Eleições deste domingo tiveram 293 ocorrências, com 94 prisões

A maior parte dos que foram levados a delegacias estava praticando boca de urna nos locais de votação.

Beatriz Bulla, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2016 | 22h35

BRASÍLIA - O segundo turno das eleições municipais em 2016 teve 293 ocorrências registradas, com 94 prisões. A maior parte dos que foram levados a delegacias (61 casos) estava praticando boca de urna nos locais de votação.

No total, 57 municípios do País tiveram a realização de segundo turno neste domingo. Nenhuma seção eleitoral precisou usar voto manual. Foram substituídas 826 urnas, ou 0,89% do total.

A Força Federal foi usada em 12 localidades, para garantir a segurança das eleições: no Amazonas, Rio de Janeiro (em 6 cidades), Maranhão e Paraná (em 3 cidades).

O custo estimado pelo TSE das eleições deste ano é de R$ 650 milhões, sendo que o custo estimado do voto, por eleitor, é de R$ 4,50.

Mulheres. O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, afirmou que há registro de candidatas a vereadoras tiveram zero voto nas eleições deste ano, o que pode indicar o registro de mulheres como candidatas, pelos partidos, para se adequar às cotas de gêneros. “Tudo indica que os partidos estão designando candidatas apenas para que a chapa possa ser registrada, mas sem nenhum esforço para que as candidatas possam ser eleitas”, afirmou Gilmar Mendes. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.