Eleição em Salvador está indefinida, diz boca-de-urna

Carneiro (PMDB) e Pinheiro (PMDB) empatam com 31% dos votos; ACM Neto aparece com 27%

da redação,

05 de outubro de 2008 | 17h33

A pesquisa Ibope de boca-de-urna, divulgada neste domingo, 5, a pedido da TV Globo, aponta que a disputa pela Prefeitura de Salvador segue indefinida. Os candidatos João Henrique Carneiro (PMDB) e Walter Pinheiro (PMDB) aparecem empatados com 31% dos votos válidos. ACM Neto (DEM) ocupa o terceiro lugar, com 27%. O Ibope entrevistou 4 mil eleitores e a margem de erro da sondagem é de três pontos percentuais.  Veja também:Confira as imagens da votação pelo Brasil Cobertura completa das eleições 2008 Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos  A poucos dias das eleições, Salvador ainda não tinha uma idéia de quais candidatos iriam para o segundo turno. João Henrique Carneiro (PMDB), candidato à reeleição; os deputados federais ACM Neto (DEM) e Walter Pinheiro (PT) e o ex-prefeito Antônio Imbassahy (PSDB) disputaram palmo a palmo a preferência do eleitorado. A indefinição era tanta que nem os institutos de pesquisas conseguiram chegar a um consenso. No início da semana, dois dos principais, Ibope e Datafolha, divulgaram levantamentos que mais confundiram do que esclareceram.    Para o Ibope, Neto liderava com 28% das intenções de votos, seguido à distância por Pinheiro e Carneiro, empatados com 20%, e por Imbassahy, com 13%. Já de acordo com o Datafolha, quem liderava era Carneiro, com 25%, seguido de perto por Neto, com 24% e por Pinheiro, com 22%. Imbassahy apareceu mais longe, com 14%. Neto chegou a levantar a possibilidade de negociar com o PT em caso de ele ir ao segundo turno e Pinheiro não.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.