É 'triste a ignorância' de Kassab sobre educação, diz Marta

Candidata petista respondeu as críticas do candidato do DEM de que ela copiou a idéia dos CEUs de Brizola

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

17 de setembro de 2008 | 19h20

A candidata do PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, voltou a centrar seus ataques ao adversário do DEM, o atual prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab. Depois de participar de um encontro com skatistas no Jardim São Luiz, na zona sul da capital paulista, a petista respondeu as críticas de Kassab de que ela copiou a idéia dos Centros Educacionais Unificados (CEUs) do ex-governador Leonel Brizola. "O CEU é uma idéia muito antiga, é triste a ignorância do prefeito, que não conhece a história da educação do Brasil."     Veja também: Especial: Perfil dos candidatos  Blog: propostas dos candidatos de São Paulo na sabatina do 'Grupo Estado' Kassab evita polemizar com Alckmin e centra ataques em Marta Radicalização de Alckmin preocupa cúpula tucana Alckmin volta a centrar ataques em Kassab na TV No rádio, Marta reforça parceria com Lula e Dilma Campanha de Alckmin fica mais agressiva contra rivais Você vai acompanhar o horário eleitoral para definir seu candidato ?  De acordo com a candidata da coligação "Uma Nova Atitude para São Paulo" (PT-PCdoB-PDT-PTN-PRB-PSB), o projeto do CEU está mais relacionado a Anísio Teixeira e Paulo Freire, ou seja, é anterior aos Centros Integrados de Educação Pública (CIEPs) de Brizola, o chamado Escolão. "O projeto do CIEP é interessante, mas não tinha a participação que tem o CEU", afirmou.A petista respondeu também a opinião de Kassab, da coligação "São Paulo no Rumo Certo" (DEM-PR-PMDB-PRP-PV-PSC), de que sua proposta de instalação de uma rede de internet banda larga na cidade é inviável. Para Marta, isso é uma tentativa de desqualificar seu projeto. "Eles não têm a idéia, copiam da gente, e ainda desqualificam nossa proposta inventando que vão fazer outras coisas", disse.InternetA idéia da candidata, apresentada em seu programa de governo, é instalar acesso gratuito à internet sem fio em todos os prédios da Prefeitura. Em seguida, explicou Marta, serão instaladas torres para dar acesso ao resto da cidade. "É algo viável", disse, acrescentando que esta medida já foi utilizada em outras cidades. A petista afirmou não temer uma eventual pressão por parte das operadoras de internet. "O que for bom para a juventude, para a população e para a cidade poder se qualificar para entrar no mundo moderno, nós vamos fazer."A candidata do PT também criticou as unidades de Atendimento Médico Ambulatorial (AMAs) da gestão José Serra (PSDB) e Kassab. "As AMAS podem até ajudar um pouco, mas não resolvem", criticou ela, acrescentando que vê "uma crise" na saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.