Duciomar Costa, do PTB, se reelege prefeito de Belém

Prefeito da capital paraense foi reeleito com 59,60% dos votos apurados, contra 40,4% do adversário

Carlos Mendes, de O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2008 | 20h36

O prefeito da capital paraense, Duciomar Costa (PTB), foi reeleito com 59,60% dos votos apurados. Ele comemorou o resultado com partidários na avenida Doca de Souza Franco, no centro da cidade. O adversário, José Priante (PMDB), obteve 40,40% dos votos. Antes de as urnas serem abertas, simpatizantes do prefeito já comemoravam o resultado, amparados no resultado de pesquisa do Ibope, que na véspera da eleição dava 14 pontos de vantagem a Duciomar.   Veja também: O resultado eleitoral nas capitais do País  Geografia do voto: desempenho dos partidos no País   Cobertura completa das eleições 2008   Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos       O prefeito da capital paraense, Duciomar Costa (PTB), foi reeleito com 59,60% dos votos apurados. Ele comemorou o resultado com partidários na avenida Doca de Souza Franco, no centro da cidade. O adversário, Jos Priante (PMDB), obteve 40,40% dos votos. Antes de as urnas serem abertas, simpatizantes do prefeito j comemoravam o resultado, amparados no resultado de pesquisa do Ibope, que na véspera da eleição dava 14 pontos de vantagem a Duciomar.   Acusada pelo PMDB de no retribuir o apoio tido como decisivo que recebeu do partido para sua eleição em 2006, a governadora Ana Julia Carepa (PT), justificou que preferiu ficar neutra na disputa entre Priante e Duciomar, porque ambos pertencem base de apoio do governo na Assembléia Legislativa. O Campo Majoritário, ala mais forte do PT no Par, apoiou Priante. O grupo de Ana Julia, a Democracia Socialista (DS), segundo setores do próprio PMDB, porém, teria feito campanha aberta em favor de Duciomar.   Provocado, o líder maior do PMDB no Estado, deputado federal Jader Barbalho, preferiu no comentar o que seus partidários definem como "traio da governadora". Mas foi taxativo: "o PMDB foi o partido que mais cresceu em todo o Brasil nesta eleição e agora conta com o maior numero de eleitores tanto no Par quanto no Pas". Segundo Jader, o partido marchar "firme e forte" nas eleições de 2010.   Tropas do Exército, com reforço da Polícia Militar, tiveram trabalho para coibir a boca de urna na porta e at dentro dos locais de votação. Onze denúncias de crimes eleitorais chegaram ao Ministério Público e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA), a maioria sobre compra de votos. Um caminho com propaganda política foi apreendido e seu motorista preso pela Polícia Federal.   Para o diretor do Tribunal, Paulo Reis, a eleição foi tranqüila e sem muitos problemas, diferente do primeiro turno, quando 30% das urnas da capital apresentaram algum tipo de defeito, irritando os eleitores. "Saiu tudo conforme o planejado", disse Reis.   Texto atualizado às 21h40

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2008Belém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.