Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Drauzio Varella será rosto de propaganda institucional do TSE para eleições 2020

Participação do médico visa convencer cidadãos de que eles estarão seguros se voluntariando como mesários

Marcelo Godoy e Paula Reverbel, O Estado de S.Paulo

02 de agosto de 2020 | 05h00

Termina no dia 10 de setembro a propaganda institucional do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que vai ao ar na televisão e no rádio – cinco minutos diários são requisitados às emissoras – para a participação de mulheres, de jovens e de negros na política. Este ano, haverá cinco campanhas diferentes: sobre participação feminina, sobre desinformação, sobre cuidados sanitários, sobre jovens e sobre o voto consciente. O rosto da campanha sobre as medidas sanitárias será o médico Drauzio Varella, que cuja participação visa atrair mesários.

O TSE informou ao Estadão que o os incentivos para negros estarão presentes em todas as campanhas. Além de Varella, as campanhas contarão também com a atriz e embaixadora da ONU Mulheres Camila Pitanga – que vai abordar as candidaturas e o voto feminino – e o biólogo Atila Iamarino, que vai tratar de informações pouco confiáveis.

“Eles cederam as imagens deles para essas peças da Justiça Eleitoral”, explicou ao Estadão a chefe de comunicação do tribunal, Mariana Oliveira. As peças com Varella vão endereçar não só os cuidados que a população deve tomar ao ir votar, como também pretendem atrair mesários ao falar dos cuidados que a Justiça Eleitoral terá em função da pandemia.

Especialistas creem que, dada a disseminação do coronavírus, as eleições deste ano contarão com menos voluntários e que haverá mais faltas entre os convocados. Para os que foram requeridos, é possível pedir dispensa e alegar, inclusive, motivos de saúde. Normalmente, as inserções do TSE tratam de regras e o funcionamento do sistema eleitoral brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.