Bruna Fasano/Assessoria João Doria
Bruna Fasano/Assessoria João Doria

Doria defende mudança para impedir que vices se candidatem; França canta marchinha

Tucano foi fazer campanha na Av. Paulista, enquanto Márcio França visitou Heliópolis

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2018 | 19h59

Candidato do PSDB ao governo paulista, o ex-prefeito João Doria defendeu nesse domingo, 21, uma mudança na legislação para impedir que vices possam disputar as eleições após assumirem o cargo do titular, como é o caso do governador Márcio França (PSB), que ocupou o lugar de Geraldo Alckmin (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes.    

"É um absurdo que eu tenha que sair da Prefeitura de São Paulo para poder disputar a eleição e seguir as regras eleitorais. Temos que mudar a legislação para impedir que vices possam ser candidatos e usarem uma máquina desproporcional”, afirmou o tucano após participar de manifestação pró -Jair Bolsonaro na Avenida Paulista.

Doria também fez um discurso no caminhão de som do MBL no qual pediu voto em Bolsonaro e voltou a tentar ligar França ao PT e à esquerda.

Márcio França

Candidato do PSB, Márcio França fez campanha na favela Heliópolis, no Ipiranga, ao lado do deputado Paulinho da Força (SD) e de outras lideranças. No palanque, o governador voltou a dizer que Doria mentiu para os paulistanos e cantou uma paródia da marchinha de carnaval Aurora que critica o adversário. 

Em pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada na última semana, o tucano tem 52% dos votos válidos e o pessebista, 48%; ambos candidatos estão no mesmo patamar considerando a margem de erro, de três pontos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.