Distante do projeto local, Serra critica Dilma e Lula

Enquanto o PSDB está numa encruzilhada para definir as alianças na sucessão paulistana, o ex-governador José Serra continua a se dedicar apenas aos debates nacionais, cada vez mais longe do projeto - ainda não totalmente descartado pelo partido - de concorrer à Prefeitura de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2011 | 03h05

Em palestra ontem na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Serra fez duras críticas à condução da economia pelo governo da presidente Dilma Rousseff e de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT.

O ex-governador avaliou como "o erro mais espetacular de política econômica da história brasileira", o fato do governo federal não ter reduzido a taxa básica de juros durante a última crise financeira mundial. / GUSTAVO URIBE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.