Disputa em Anápolis-SP ocorre de maneira pacífica

Em clima de tranqüilidade, ruas limpas e urnas novas em 137 colégios revelam o animo dos 217,1 mil eleitores de Anápolis, no interior paulista, que participam da disputa entre Antonio Gomide (PT) e Onaide Santillo (PMDB). Três pessoas foram presas, até agora, sob suspeita de crime eleitoral.Numa das 30 cidades com disputas em segundo turno e onde o PT enfrenta um dos partidos da base aliada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato Antonio Gomide tem ampla vantagem nas pesquisas (68,6%) das intenções de votos sobre Onaide Santillo (21,3%). "As pessoas definiram seus votos, há tranqüilidade nas ruas, e chegou a hora de colhermos os frutos da nossa campanha", disse Gomide enquanto abraçava eleitores no Colégio São Francisco, no bairro Jundiaí. Já Onaide optou por receber amigos e eleitores na sua casa, em Anápolis City. "Não entreguei os pontos", disse. "Não fiz uma campanha de ataques, mas deixei claro que o outro (Gomide) não respeitou a Lei Eleitoral." O promotor eleitoral Carlos Alexandre acredita que a totalização dos votos devera ocorrer entre 17h30 e 20 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.