Diretor da pasta aparece como 'colaborador'

Em sua página na internet, o Instituto de Assessoria à Cidadania e ao Desenvolvimento Local Sustentável (IDS) lista 30 nomes de "colaboradores" e entre eles o diretor do Departamento de Fomento à Economia Solidária do Ministério do Trabalho, Manoel Vital Filho. Ocupante de cargo de confiança na equipe de Lupi há poucos meses, Vital veio de um outro cargo de confiança que ocupou desde 2003, no Ministério do Desenvolvimento Agrário, outro órgão que mantém convênios com o IDS e o Instituto Êpa! "Tem que ver o que eles chamam de colaborador. Porque a minha relação com eles era que a gente tinha convênios com eles." Vital disse que atuava como interlocutor do Desenvolvimento Agrário com os chamados conselhos de desenvolvimento sustentável e com os políticos do Nordeste. O diretor do Trabalho disse conhecer Valter de Carvalho, do IDS. "Ele tem uma experiência fantástica", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.