Divulgação/ Assessoria
Divulgação/ Assessoria

Direção estadual da Rede declara apoio à candidatura do PSOL em Pernambuco nas eleições 2018

Dez dias após expulsão de Júlio Lossio da sigla por se aliar a ‘bolsonaristas’, partido decide pedir voto para Dani Portela

Kleber Nunes, O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2018 | 20h47

RECIFE - A comissão executiva da Rede em Pernambuco divulgou nota nesta segunda-feira, 1°, em apoio à candidatura da professora e advogada Dani Portela (PSOL) nas eleições 2018. A decisão unânime tomada no domingo foi proferida dez dias após a cúpula nacional do partido ter expulsado Júlio Lossio, até então candidato da legenda ao Palácio do Campo das Princesas, após se aliar a políticos e eleitores bolsonaristas.

Lossio também está com a candidatura sub judice a pedido do partido que quer a retirada definitiva da candidatura do político. A expectativa é de que esta semana o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco julgue a solicitação da sigla. Mesmo expulso, o ex-prefeito de Petrolina (PE) continua cumprindo agenda de campanha.

A Rede no Estado argumentou que a candidata Dani Portela tem “proximidade programática” com a legenda “como uma alternativa de renovação da política pernambucana”. O partido também disse que a decisão é importante para “fortalecer a à participação das mulheres na disputa dos espaços institucionais.”

“A Rede Pernambuco, no primeiro turno da eleição para governador, indica aos seus candidatos, filiados, simpatizantes e eleitores o voto na candidata Dani Portela, face a seu compromisso com um projeto de desenvolvimento sustentável para Pernambuco que contempla as minorias e é a diversidade”, diz trecho da nota.

Júlio Lossio lamentou a decisão da executiva estadual da Rede e apontou incoerência da cúpula da legenda. “Não se combate ódio com ódio. Não se combate preconceito com preconceito. A executiva estadual da rede , ou melhor, parte dela, é refém da vontade de uma única pessoa que dita as regras. Se a retórica criada era que eu receber apoio de eleitores de Bolsonaro poderiam prejudicar a candidatura de Marina (Silva) , então imagina votar no PSOL que tem candidato a presidente?” questionou por meio de nota.

De acordo com Lossio, a decisão do partido “enfraquecerá ainda mais a candidatura de Marina”. “O fígado é inimigo do bom senso e infelizmente o controle da Rede está agindo com o fígado trazendo grande prejuízo a Marina”, disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.