Dirceu diz que Lula é o alvo e pede que partido se mobilize

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu disse ontem em evento do PT de Porto Alegre que o partido precisa se defender. "Há uma tentativa clara, agora, de atingir o Lula. Nós não podemos continuar sem a mobilização, sem falar com o povo. Porque eles falam com o povo todo dia, pela televisão, e nós não temos essa voz. Porque tem um monopólio, e precisamos regularizar isso. Não é censurar. É que a Constituição diz que não pode ter monopólio."

O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2012 | 02h07

Ele voltou a dizer que foi condenado pelo STF sem provas. "Não houve desvio de recursos. Isso está provado em auditoria e nos autos. Isso é fraude, invenção. Não há uma prova, uma testemunha de compra de parlamentar, a não ser o Roberto Jefferson."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.