Dirceu diz que está sendo 'caluniado'

Citado no depoimento de Cyonil Borges à Polícia Federal, o ex-ministro José Dirceu repudiou ontem a vinculação de seu nome ao caso e criticou o noticiário da imprensa, que, segundo ele, estaria interessada no "sucesso midiático do escândalo". Em entrevista ao Jornal Nacional, da TV Globo, Cyonil declarou que "uma hora ele (Paulo Vieira, diretor afastado da Agência Nacional de Águas) falava que o dinheiro vinha da empresa (Tecondi). Outra hora falava que era interesse do Dirceu, esse dinheiro adviria de José Dirceu." Em seu blog, este mencionou outros inquéritos em que foi citado e disse que se sente "caluniado". "As investigações ainda estão em curso e meu nome já é escandalosamente relacionado ao caso", escreveu, lembrando Francisco Daniel, irmão do ex-prefeito assassinado Celso Daniel - que o acusou e acabou se retratando em juízo./ MARCIO DOLZAN, ESPECIAL PARA O ESTADO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.