Dilma ignora festa da virada em Aratu

Reclusa, presidente não foi aos festejos de ano novo montados na praia para moradores da base naval, onde descansa

Tiago Décimo, de O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2012 | 03h02

SALVADOR - Apesar da grande festa de réveillon montada para os moradores da Base Naval de Aratu, na Praia de Inema, em Salvador, com toldos perto do mar, sistemas de som e de iluminação especiais, a presidente Dilma Rousseff - que descansa no local desde a última segunda-feira - optou por passar a virada de ano reservadamente.

A presidente preferiu ficar reclusa na casa do comando da base, onde está hospedada com seus convidados, entre eles parentes próximos como a filha Paula, o neto Gabriel e a mãe, Dilma Jane. Cumprindo a rotina adotada desde a chegada ao local, Dilma não quis aproveitar o dia ensolarado na praia, ficando longe das lentes de fotógrafos e cinegrafistas que aguardam uma aparição da presidente na faixa de areia - único ponto visível da base a partir do acesso mais próximo a civis, um píer da prefeitura instalado na praia vizinha de São Tomé de Paripe.

Enquanto a Praia de Inema, de acesso restrito aos militares, passou o dia praticamente deserta, a de São Tomé de Paripe, separada da primeira pelo muro que delimita a base naval, ficou lotada de moradores da região. A unidade da Marinha está localizada em uma área pobre da cidade, conhecida como Subúrbio Ferroviário.

Para facilitar a circulação no local, agentes da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) interditaram a entrada de veículos no acesso mais próximo à entrada da base, que sofreu com congestionamento de pedestres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.