Divulgação
Divulgação

Dilma evita falar em nome de ministros para segundo mandato

Petista explica que não acha correto falar em nomes para sua equipe antes de ser confirmada como presidente

Mateus Coutinho, O Estado de S. Paulo

04 de setembro de 2014 | 19h25


 A presidente Dilma evitou comentar nesta quinta-feira, 4, quem trocaria em sua equipe de governo num eventual segundo turno. "Eleição nova, governo novo, equipe nova, agora só não faço uma coisa, não nomeio ministro em segundo mandato", afirmou.

Ela explicou que não acha correto definir nomes antes de ser reeleita. " Não fui eleita, como saio por aí nomeando ministros?", questionou ela afirmando ainda que acredita " dar azar", nomear ministros antes de ser eleita. "Não sei se você lembra quando sentaram na cadeira antes da eleição, eu não falo nisso sabe por quê? Acho que dá azar", provocou.

"Agora, governo novo, equipe nova, não tenha dúvidas disso", afirmou indicando que fará mudanças em um eventual segundo mandato.

A presidente visitou nesta quinta o residencial Cidade Jardim, a maior obra do Programa Minha Casa Minha Vida no nordeste. Na ocasião ela aproveitou a visita para gravar imagens para sua campanha conversando com moradores do condomínio.

Críticas. Durante a coletiva, Dilma voltou a defender o subsídio dos bancos públicos aos programa federais e criticar seus opositores Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB). "Quem é contra, como é o caso dos dois candidatos que são contra subsídios, está querendo, mesmo que fale que vai 'reduzir gradualmente', se falar isso, não tem milagre que faça uma família que ganha até 1600 reais pagar 940 reais de prestação.", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesDilma RousseffPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.