Dilma 'espanca' os projetos, ensina Mercadante

A fama de "durona" de Dilma Rousseff foi reforçada ontem por um de seus ministros mais próximos, Aloizio Mercadante. Ao trocar o Ministério de Ciência e Tecnologia pelo da Educação, Mercadante deu conselhos ao sucessor, Marco Antônio Raupp, sobre como se comportar com a presidente. "Toda vez que você levar um programa, a primeira fase vai ser de espancamento do projeto. Ele vai ser desconstituído em todas as suas dimensões e se não estiver muito bem consistente você vai ouvir a seguinte expressão: 'Ele não fica de pé'".

O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2012 | 03h03

Mercadante destacou que o objetivo da presidente é que a proposta seja aprimorada ao máximo. "O conselho que dou, Raupp é: não insista. Você não vai convencê-la. Vai perder tempo. Volte pra casa, junte a equipe, trabalhe intensamente e volte a apresentar o projeto", recomendou o petista. Dilma, depois, usou o comentário de Mercadante para dizer que "nenhum projeto é trivial". / T.M e R.M.M.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.