Dilma e Maia projetam que PT crescerá nestas eleições

Segundo projeções feitas por eles, os candidatos da base aliada também devem vencer na maioria dos municípios

DENISE MADUEÑO, Denise Madueño, de O Estado de S.Paulo

04 de julho de 2012 | 16h57

Em encontro na noite desta terça, a presidente Dilma Rousseff e o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), avaliaram como positivo para o governo o quadro político que deverá surgir com as eleições municipais de outubro. No cenário projetado pelos dois, candidatos de partidos da base de sustentação deverão vencer na maioria das capitais e cidades com mais de 200 mil habitantes.

"Há uma projeção de que a base terá vitórias expressivas", disse Maia, relatando o jantar com a presidente. Para ele e Dilma, o PT também crescerá nas próximas eleições. Maia afirmou que a presidente tem "profundo conhecimento" do cenário político e eleitoral, embora tenha afirmado que terá pequena participação nas campanhas, por causa das disputas entre os partidos da base.

No relato de Maia, também há otimismo do governo na área econômica. "As projeções são muito positivas. O Brasil tem instrumentos para enfrentar a crise econômica e financeira internacional, ainda sem prazo para terminar", disse Maia. "O governo tem medidas a tomar para a retomada de investimentos na infraestrutura na área de portos, trens, aeroportos", citou Maia, sem entrar em detalhes.

A pauta da Câmara, segundo Maia, não foi assunto discutido durante o jantar. "Ela (presidente Dilma) tem, teve e terá toda a tranquilidade possível para tocar o governo nos próximos dois anos e meio, e estamos trabalhando para garantir a governabilidade", afirmou Maia. Também estavam no jantar a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e o líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP).

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaMaiaeleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.