Dilma diz que vai manter Secretaria de Mulheres

Em sua primeira manifestação pública sobre a reforma ministerial, a presidente Dilma Rousseff disse ontem que não vai fechar a Secretaria de Políticas para as Mulheres. O comentário foi feito na abertura da 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, em Brasília, sob medida para agradar à militância feminista que lotou o evento.

O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2011 | 03h06

Nos bastidores, especulava-se que a pasta poderia ser fundida a à Secretaria de Direitos Humanos, o que foi rechaçado por Dilma. "Não há a menor veracidade nessas notícias. Vamos continuar avançando com essa secretaria que defende os direitos da mulher, a igualdade de gênero, porque ela é fundamental como instrumento do governo", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.