Dilma confabula com ministro, Lula e Palocci por sete horas em hotel

Antes do almoço, na quarta-feira, a presidente Dilma Rousseff viajou para São Paulo, no horário do expediente, e participou de uma reunião de "caráter privado", segundo o Palácio do Planalto, no Hotel Unique. Por sete horas, ela se reuniu com o ex-presidente Lula, o ministro Mercadante, o ex-ministro Antonio Palocci, o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, e o presidente do PT, Rui Falcão. Segundo o setor de reservas do hotel, a diária de uma suíte com espaço para abrigar reuniões com seis a oito pessoas custa a partir de R$ 5.733.

O Estado de S.Paulo

05 Abril 2013 | 02h08

Apesar de a Presidência ter um andar inteiro à sua disposição na Avenida Paulista, não é incomum Dilma e Lula optarem por reuniões reservadas em hotéis. No dia 25 de janeiro, Dilma e Lula se reuniram na suíte presidencial, no 25º andar do hotel Renaissance. A Secretaria de Comunicação da Presidência se recusou a dar informações sobre os gastos da viagem. "A viagem foi de caráter privado, no sentido de que não é evento público", limitou-se a dizer a Secom.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.