André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Dilma afirma que prótese dentária tinha que ser dada antes

Presidente lamenta que benefício do programa Brasil Sorridente só tenha sido concedido um dia antes da gravação do programa petista

Ricardo Della Coletta e Rafael Moraes Moura, O Estado de S. Paulo

25 de agosto de 2014 | 20h21

A presidente Dilma Rousseff afirmou há pouco que era "lamentável" que a trabalhadora rural Marinalva Gomes Filha tenha recebido prótese dentária apenas um dia antes da gravação do programa eleitoral da petista. De acordo com Dilma, o tratamento é garantido pelo programa Brasil Sorridente e deveria ter sido feito antes.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a moradora de Paulo Afonso (BA) recebeu uma prótese dentária um dia antes de gravar para o programa eleitoral de Dilma. Ao jornal, a assessoria de imprensa da campanha da petista negou que tenha solicitado a prótese para a gravação no programa.

"É lamentável que tenham dado (a prótese) apenas um dia antes (da gravação). Tinha que ter dado antes. A obrigação do ministério e da prefeitura é ter rastreado todo mundo que precisa”, disse Dilma há pouco, em coletiva de imprensa no Palácio da Alvorada, em Brasília. “Não tem essa história de que é uma benesse receber uma dentadura, é uma obrigação do Estado", concluiu.

Mais conteúdo sobre:
EleiçõesDilma RousseffPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.