Hélvio Romero|Estadão
Hélvio Romero|Estadão

Dez deputados federais são eleitos no 1º turno

Número equivale a menos de 2% dos 513 deputados da Câmara; outros 16 deputados, 3,3% dos integrantes da Casa, vão disputar o segundo turno

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

03 de outubro de 2016 | 08h11

BRASÍLIA - Dez dos 81 deputados federais que disputaram a eleição municipal deste ano foram eleitos prefeitos ou vice-prefeitos já no primeiro turno, aponta levantamento do Broadcast Político, com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Esse número equivale a menos de 2% dos 513 deputados da Câmara. Outros 16 deputados, 3,3% dos integrantes da Casa, vão disputar o segundo turno, marcado para 30 de outubro.

Segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) da Câmara, 71 deputados federais tentaram uma vaga de prefeito e 10, de vice. Entre os que venceram no primeiro turno, levantamento do Broadcast Político mostra que 8 foram eleitos prefeitos e dois, vice: Bruno Covas (PSDB-SP) – eleito vice de João Dória (PSDB) em São Paulo – e Manoel Junior (PMDB-PB), eleito vice de Joaquim Cartaxo (PSD) em João Pessoa (PB).

Os oito deputados eleitos prefeitos já no primeiro turno vão governar principalmente cidades grandes, mas que não são capitais. Entre eles, Arnon Bezerra (PTB), eleito prefeito de Juazeiro do Norte, terceira cidade mais populosa do Ceará; Marcelo Belinati (PP), eleito prefeito de Londrina, segundo maior município do Paraná; e Odelmo Leão (PP), eleito prefeito de Uberlândia, segunda maior cidade de Minas Gerais. 

Dos 81 deputados que disputaram eleição este ano, 36 tentaram uma vaga de prefeito ou vice em 16 das 26 capitais em que houve eleição. Desses, a maioria (28) perdeu a disputa já na primeira etapa do pleito. Outros seis disputarão o comando ou vice-prefeituras de Porto Alegre, Fortaleza (vice), Aracaju, Manaus (vice), Belém e Maceió. Os dois que venceram no primeiro turno foram para vice-prefeito de São Paulo e João Pessoa.

Entre os 81 senadores da República, apenas dois disputaram eleição: Marta Suplicy (PMDB-SP) e Marcelo Crivella (PRB-RJ). Nenhum, porém, venceu a disputa no primeiro turno. Crivella disputará o segundo turno para prefeito do Rio de Janeiro com Marcelo Freixo (PSOL). Já Marta ficou em quarto lugar na eleição para Prefeitura de São Paulo, atrás de Celso Russomano (PRB), Fernando Haddad (PT) e João Dória (PSDB), eleito no primeiro turno. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.