Desocupação de terra indígena gera conflito em Mato Grosso

1º dia da reintegração de posse da reserva Marãiwatsédé teve confronto entre policiais e produtores rurais

FÁTIMA LESSA , ESPECIAL PARA O ESTADO / CUIABÁ , O Estado de S.Paulo

11 de dezembro de 2012 | 02h07

No primeiro dia da reintegração de posse na Terra Indígena Marãiwatsédé houve confronto violento entre produtores rurais e policiais. O saldo foi de oito feridos, mas ninguém corre risco de morte. O confronto ocorreu por causa da retirada dos ocupantes não índios da reserva, localizada a 1.064 km de Cuiabá, reconhecida como de propriedade dos índios xavantes.

Segundo os policiais, homens do povoado Posto da Mata teriam ido até uma fazenda que estava sendo desocupada e atacado os agentes com paus e pedras.

A desocupação da fazenda começou por volta das 12h numa verdadeira ação de guerra. Os oficiais estavam acompanhados de policiais rodoviários federais enquanto um helicóptero sobrevoava a área. Nessa primeira etapa estão sendo desocupadas as grandes propriedades.

Segundo levantamento do Ministério Público Federal, grande parte das áreas da reserva Marãiwatsédé está nas mãos de 22 grandes posseiros. O grupo constituído de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, empresários e até um desembargador é dono de mais de 32 fazendas, o equivalente a 44,6 mil hectares.

A procuradora Marcia Brandão Zollinger disse que desconhecia o confronto, mas afirmou que "a ordem é cumprir a determinação judicial".

A saída dos fazendeiros e posseiros que ocupam a área indígena deveria ter acontecido até o fim do mês de setembro. Poucos dias antes do fim desse prazo, duas decisões do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF-1) suspenderam a desintrusão, desobrigando, temporariamente, a saída dos ocupantes da área.

De acordo com o Censo de 2010, a população residente na área da terra indígena Marãiwatsédé é de 2.427 pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.