Deputado estadual de Rondônia é preso por fazer boca-de-urna

Néri Firigolo (PT) foi denunciado por fiscais da seção eleitoral e conduzido ao ginásio de esportes pela pm

Gabriela Cabral, especial para a Agência Estado, Agência Estado

05 de outubro de 2008 | 15h42

Um deputado estadual de Rondônia foi preso por fazer boca-de-urna e aliciar eleitores em Cacoal, a quase 500 km da capital, em favor do candidato a prefeito da cidade Padre Franco (PT). Néri Firigolo (PT) foi denunciado por fiscais da seção eleitoral e conduzido ao ginásio de esportes pela Polícia Militar, onde vai permanecer até o fim das eleições. Veja também: Confira as imagens da votação pelo Brasil Cobertura completa das eleições 2008 Eu prometo: Veja as promessas de campanha dos candidatos Ibope: Veja números das últimas pesquisas   Na legislação passada, Néri foi o único parlamentar a ficar de fora do esquema de "Folha Paralela", descoberto pela Polícia Federal, que desviou milhões da folha de pagamento da Assembléia Legislativa de Rondônia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.