Deputado é acusado de estelionato por ter faltado a show

Marco Feliciano é réu no STF pelo crime de estelionato. Segundo denúncia do Ministério Público, o deputado deveria comparecer no dia 15 de março de 2008 a um estádio em São Gabriel (RS) para um show gospel que reuniu 7 mil pessoas. Dona da produtora responsável pelo show, a advogada Liane Pires Marques diz que pagou cachê, transporte e hotel ao pastor, que não compareceu. Feliciano confirmou ao Estado que foi contratado, mas que houve um contratempo e não pôde comparecer. "Dias depois, recebi a intimação. A empresa cobrava R$ 1 milhão de prejuízo. Não paguei, é óbvio. Imagina só! Os familiares (das vítimas) do voo da TAM (desastre ocorrido em 2007) discutem se vão receber R$ 100 mil." E acrescentou: "Adiantaram R$ 8 mil para a viagem. Tentei devolver o dinheiro; não consegui. Tive de entrar na Justiça e já ressarci os prejuízos com correção." / JOÃO DOMINGOS

O Estado de S.Paulo

08 de março de 2013 | 02h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.