Deputada do PSOL investigada no Rio é suspeita também de fraudar a Previdência

Investigada pela Assembleia do Rio, sob acusação de reter parte dos salários de assessores, a deputada estadual Janira Rocha (PSOL) vai enfrentar outro inquérito: a Polícia Federal vai apurar um suposto crime de apropriação indébita de recolhimento previdenciário. A iniciativa é da procuradora Ariane Guebel. O débito do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Rio, do qual Janira foi secretária, com a Previdência é calculado em R$ 8,9 milhões. Ela diz que a dívida já foi renegociada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.