Depoimento liga deputado a crime no MA

O deputado estadual Raimundo Cutrim (PSD-MA), ex-secretário de Segurança Pública do Maranhão, foi citado no depoimento do pistoleiro Jhonathan Silva, indiciado como executor do jornalista Décio Sá, ocorrido em 23 de abril. Segundo depoimento prestado no último dia 9, o deputado teria encomendado o assassinato. O documento foi publicado no blog do jornalista Itevaldo Junior.

ERNESTO BATISTA / SÃO LUÍS, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

22 Junho 2012 | 03h01

A Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça do Maranhão confirmou que "o depoimento é um documento que faz parte do inquérito policial, de responsabilidade da Secretaria de Estado de Segurança Pública".

Cutrim disse não ter nada a temer. "Ainda não li o documento, tomei conhecimento de um trecho e fiquei espantado. Quem conhece o meu trabalho sabe que sempre procurei pautá-lo dentro da lei. Quero que a polícia apure isso. O indiciado disse e cabe à polícia esclarecer. Disponibilizo meus sigilos telefônico e bancário, sou a pessoa mais interessada em esclarecer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.