Denunciante entrega papéis à Polícia Federal

A Polícia Federal vai investigar as denúncias feitas por João Batista Vieira Machado, dono da JJ Logística Empresarial, sobre desvios de recursos públicos do Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, para políticos em Brasília, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

ALFREDO JUNQUEIRA / RIO, O Estado de S.Paulo

24 de novembro de 2012 | 02h03

O empresário prestou depoimento ontem, durante duas horas, na Superintendência da PF no Rio. Ele entregou centenas de documentos que comprovam, segundo ele, as irregularidades.

Em entrevista publicada pelo Estado no dia 11, Machado revelou que foram desviados 90% dos R$ 4,65 milhões que sua empresa recebeu entre 2009 e 2010 do Instituto Contato para fornecer lanches para crianças atendidas pelo programa do Ministério do Esporte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.