Denúncia sobre euros será apurada

Após representação feita pelo deputado Anthony Garotinho (PR-RJ), a Polícia Federal abriu investigação sobre suposta remessa de uma fortuna em euros que Rosemary Noronha teria feito para a cidade do Porto, em Portugal. O deputado alega que Rose, em uma viagem oficial, levou 25 milhões de euros e chegou a solicitar um carro forte para transportar o valor. A PF considera "inverossímil" a informação. O criminalista Celso Vilardi, que defende Rose, classifica a denúncia de "bobagem, leviandade".

O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2012 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.