Democrata foi reeleito com 2,1 mi de votos

Procurador de Justiça, Demóstenes Torres ingressou na política em 2002, depois de ter ocupado por três anos o cargo de secretário de Segurança Pública no governo de Marconi Perillo (PSDB), em Goiás. Já estreou nas urnas concorrendo a uma vaga no Senado. E conseguiu. Teve 1,2 milhão de votos. Em 2010, se reelegeu com 2,1 milhões de votos.

O Estado de S.Paulo

03 de abril de 2012 | 03h05

No Senado, foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma das mais importantes da Casa. Foi relator do Estatuto do Idoso e de várias CPIs importantes, entre elas a da Pedofilia e a da Crise Aérea.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.