DEM quer apoiar PSDB onde não disputará 2º turno

Líderes do DEM e o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, candidato na capital paulista pela coligação "São Paulo no Rumo Certo" (DEM-PR-PMDB-PRP-PV-PSC), encaminharam hoje à Executiva Nacional do partido proposta para que a legenda apóie o PSDB nas cidades em que não há candidatos democratas na disputa pelo segundo turno. Caberá à Executiva oficializar o apoio, mas a decisão ajudaria a cobrar dos tucanos uma contrapartida em São Paulo no segundo turno. Após um conturbado primeiro turno, com DEM e parte do PSDB em lados opostos, Kassab deixou claro ontem que conquistar o apoio dos tucanos será sua prioridade, para a disputa contra a candidata da coligação "Uma Nova Atitude para São Paulo" (PT-PCdoB-PDT-PTN-PRB-PSB), Marta Suplicy (PT). A recomendação dos líderes democratas saiu de uma reunião feita hoje em São Paulo. Participaram do encontro o presidente nacional do partido, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), o presidente de honra, Jorge Bornhausen, o presidente do Instituto Tancredo Neves, deputado federal José Carlos Aleluia (BA), e Kassab, que é presidente do Conselho Político do DEM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.