DEM oficializa ACM Neto em Salvador

Mesmo sem conseguir costurar a "união das oposições", que vem sendo negociada na Bahia desde o início de 2011 entre os três principais partidos de oposição ao governador Jaques Wagner (PT) - DEM, PSDB e PMDB -, o DEM anunciou, ontem, em Salvador, a pré-candidatura do deputado ACM Neto à prefeitura. "Viemos fazer uma convocação, em nome do partido, para que ele aceite disputar a prefeitura", disse o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia (RN), que compareceu com a direção do DEM na Bahia e mais 12 deputados federais da legenda.

TIAGO DÉCIMO / SALVADOR, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2012 | 03h08

"Ele é líder do partido, apesar da pouca idade, tem uma força de trabalho extraordinária e está bem nas pesquisas. Será emblemático." O deputado aceitou a proposta e disse que, se eleito, fará de seu mandato um "ato de amor" por Salvador. "Estou diante do maior desafio da minha vida", disse. Sobre a articulação com outros partidos, ACM Neto diz que continuará negociando.

O pré-candidato pelo PMDB, o ex-prefeito Mario Kertész, porém, não gostou da indicação, chamando-a de "decisão unilateral". Já o PSDB baiano não se pronunciou, mas propõe o nome do deputado Antonio Imbassahy, caso a aliança não se concretize. Nos bastidores, comenta-se o possível acordo pela troca de apoios entre PSDB e DEM em São Paulo e Salvador - o DEM apoiaria o tucano José Serra na capital paulista em troca do apoio do PSDB à candidatura de ACM Neto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.