Delta ganhou R$ 862 mi em 2011 com obra federal

Maior receptora de recursos do governo desde 2009, empresa recebeu por serviços em 20 Estados, governados principalmente por PMDB e PSDB

ALFREDO JUNQUEIRA / RIO, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2012 | 03h07

Os R$ 862,4 milhões em recursos federais que encheram os cofres da Delta Construções no ano passado pagaram obras em 20 Estados. A manutenção de trechos rodoviários da BR-174 no Amazonas foi a empreitada que mais rendeu para a empresa: R$ 105 milhões. Obras em cinco estradas federais fizeram do Maranhão o segundo Estado em que a construtora mais atuou, com R$ 66,77 milhões. Os dados são do Portal da Transparência do governo federal.

As obras realizadas pela construtora com dinheiro da União ficaram concentradas principalmente em Estados hoje governados por PMDB e PSDB.

As empreitadas nos peemedebistas Maranhão, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia totalizaram R$ 260 milhões no ano passado - que correspondem a 30,20% do total que a empresa recebeu da União no período.

Já os Estados tucanos de Goiás, Pará, Paraná, Alagoas e Minas Gerais receberam obras federais que somaram R$ 230,92 milhões - ou 26,78%. Esses valores, no entanto, não foram transferidos da União para os cofres estaduais. Trata-se de pagamentos feitos diretamente do governo federal para a construtora.

Possível alvo da futura CPI do Cachoeira, que deve apurar as ligações do contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira com agentes públicos e privados, a Delta é a principal empreiteira do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A construtora foi a maior recebedora de recursos do governo federal nos últimos três anos. E, segundo investigações da Polícia Federal na Operação Monte Carlo, estaria articulada com Cachoeira para fraudar licitações em Goiás e no Distrito Federal. A Delta, presidida pelo empresário Fernando Cavendish, nega irregularidades.

Foi justamente no Estado goiano que a empreiteira realizou sua segunda obra mais cara para o governo federal no ano passado. A adequação de trecho rodoviário no trajeto Goiânia-Jataí, na BR-060, consumiu no ano passado R$ 51,87 milhões dos cofres da União. No total, Goiás recebeu R$ 60,17 milhões em obras e serviços da Delta em 2011. Foi o quarto Estado onde a empreiteira mais atuou com recursos federais no período.

Em terceiro lugar ficou o Rio, onde fica a matriz da empresa. Foram R$ 66,5 milhões pagos no ano passado para obras em estradas e a construção da nova sede do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia.

Não estão contabilizados nesse montante valores destinados a grandes obras no Estado, como a reforma do Maracanã, a construção do Arco Rodoviário ou a reurbanização de favelas no PAC. No caso dessas iniciativas, a empresa é remunerada a partir do Tesouro estadual.

A empresa já tem excelente desempenho em território fluminense, pois recebeu R$ 1,49 bilhão em contratos nos cinco anos de governo Sérgio Cabral Filho (PMDB), que é amigo pessoal de Cavendish.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.