Defesa de Ramon reclama de penas 'muito altas'

O advogado Hermes Guerrero reclamou ontem da imposição de penas "muito altas" pelo Supremo Tribunal Federal a Ramon Hollerbach, ex-sócio de Marcos Valério. As cinco penas aplicadas a ele até agora, se somadas, chegariam a 14 anos, 3 meses e 20 dias, além de multas que ultrapassaram R$ 1,5 milhão.

O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2012 | 03h01

"As penas estão muito altas. Como neste momento não se discute mais culpa ou inocência é preciso olhar as circunstâncias do crime e elas são favoráveis ao Ramon", disse o advogado, durante o intervalo da sessão. O defensor afirmou que esperava a aplicação de penas mínimas pelos crimes, o que poderia resultar em prescrições. / E.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.