Divulgação
Divulgação

Datafolha mostra Kalil à frente de tucano em BH

Candidato do PHS tem 34% das intenções de voto, contra 31% de João Leite; resultado mostra empate técnico

Leonardo Augusto, especial para, O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2016 | 14h03

BELO HORIZONTE - Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, 26, aponta virada na disputa de segundo turno pela Prefeitura de Belo Horizonte. Conforme o levantamento, Alexandre Kalil (PHS) passou numericamente João Leite (PSDB) e tem 34% das intenções de voto, contra 31% do rival. O resultado mostra empate técnico dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais para mais ou para menos.  O levantamento anterior, divulgado em 12 de outubro, mostrava João Leite com 36% dos votos, ante 29% do adversário. O tucano venceu o primeiro turno com 33,4% dos votos. Kalil teve 26,6%.

Ao serem considerados apenas os votos válidos, que excluem os brancos, nulos e indecisos, o candidato do PHS tem 52%, contra 48% do tucano.

A primeira virada na disputa foi registrada na pesquisa Ibope divulgada em 20 de outubro. O levantamento mostrou Kalil com 41% das intenções de voto e João Leite com 35%. 

A disputa em Belo Horizonte está entre as mais agressivas dos últimos anos. Assim que configurada a tendência de virada, João Leite passou a utilizar praticamente todo o tempo da propaganda eleitoral gratuita em rádio e televisão para atacar o adversário, que não recolheu INSS e FGTS de ex-empregados da empreiteira da qual é dono. Por sua vez, Kalil afirma que João Leite, que integrou a Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa, é chamado de "defensor de bandidos" pelo rival. O candidato do PHS afirma ainda que o rival representa a "velha política", por ser aliado do presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG).

O Datafolha ouviu 1.119 pessoas na terça-feira, 25. O levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o número MG-05855-2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.