Data final de CPI segue sem acordo

A reunião da CPI do Cachoeira marcada para decidir se os trabalhos seriam prorrogados terminou ontem sem acordo. A oposição quer prorrogar os trabalhos por pelo menos 180 dias, para continuar as investigações e, especialmente, rastrear a movimentação financeira de empresas ligadas ao esquema montado pelo contraventor Carlinhos Cachoeira. Os aliados querem no máximo prorrogar os trabalhos para que seja votado o relatório final das investigações. Oficialmente, a CPI encerra as suas atividades no domingo. Diante do impasse, uma nova reunião ficou marcada para hoje. / RICARDO BRITO

O Estado de S.Paulo

31 de outubro de 2012 | 02h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.